Inovar Ambiental se destaca no gerenciamento de resíduos industriais

Os resíduos industriais são considerados os grandes responsáveis pelas maiores agressões ao meio ambiente. Devido à intensa atividade industrial, o volume de “sobras” da produção é enorme e, na maioria das vezes, não é devidamente descartado — o que acaba trazendo consequências desastrosas não só para o ambiente, mas também para a saúde pública.

Segundo estudo da Consultoria Tendências, encomendado pela Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (Abetre), a destinação irregular de resíduos industriais no Brasil gera perdas da ordem de R$ 600 milhões ao ano aos cofres municipais. O estudo mostra que apenas 25% de todo material gerado no setor produtivo é tratado corretamente no País.

O Brasil produz anualmente 33 milhões de toneladas desse tipo de passivo, dos quais 25 milhões de toneladas não tem tratamento adequado. Com isso, os municípios deixam de arrecadar R$ 150 por tonelada.

O correto gerenciamento deve, portanto, ser feito de maneira minuciosa. Por isso a Inovar Ambiental realiza o trabalho de coleta de acordo com normas técnicas de segurança para não ocasionar contaminação ao meio ambiente e nem risco aos colaboradores. Além disso, dimensiona o acondicionamento conforme as características de cada tipo de resíduo, assim como os equipamentos utilizados para o seu transporte.

Os resíduos perigosos e não inertes são, conforme análises criteriosas feitas pelos técnicos da Inovar, encaminhados para coprocessamento, já que a Inovar preza pelo passivo ambiental zero. Trata-se de uma técnica mundialmente consagrada de destinação ambientalmente correta que consiste em aproveitar o poder calorifico desses materiais em substituição ao combustível fóssil na fabricação de cimento. Também encaminha-se para a reciclagem os resíduos inertes, que podem gerar, inclusive, receita ao gerador.

Após esse processo, a companhia emite um certificado de destinação/disposição para que o gerador tenha controle sobre os resíduos que gera e as respectivas tecnologias que foram empregadas para o seu tratamento e destinação final. Desta forma, a indústria mantem-se de acordo com suas obrigações legais junto aos órgãos ambientais competentes e, assim, contribui para a minimização de impactos de suas atividades.

 

 

 

 

× Fale com a Inovar