Usina em Minas Gerais deverá produzir energia a partir do lixo

Furnas Centrais Elétricas deverá realizar os primeiros testes em fevereiro de 2019 para a operação da usina que produzirá energia elétrica a partir do lixo, em Boa Esperança, Minas Gerais. Conforme companhia, a Usina Termoquímica de Geração de Energia teve recentemente o licenciamento ambiental renovado pela Superintendência Regional de Meio Ambiente de Minas Gerais (Supram-MG).

O reator termoquímico – recebido em julho – segue em fase de montagem. Considerado o coração do projeto, o reator terá a função de transformar o combustível derivado de resíduo em um gás para alimentar a caldeira e a turbina a vapor. Após a conclusão da montagem, irão começar os testes no equipamento.

Com o investimento de R$32 milhões, o projeto deverá gerar 1MW, o que corresponde a 25% de toda energia usada no município de Boa Esperança.

As obras da usina começaram em abril deste ano. O projeto é experimental, mas caso dê certo, poderá ser a solução para o problema do lixo em muitas cidades brasileiras, já que é a primeira usina do país com a produção de energia utilizando o gás gerado da transformação de resíduos. A área tem quase oito mil metros e fica ao lado do lixão da cidade.

De acordo com a Furnas, a energia será fabricada por meio de um processo que vai usar a gaseificação a leito fluidizado, uma tecnologia 100% nacional, a qual emite menos poluentes. Com a instalação da usina, todo o lixo depositado no aterro sanitário do local e, os novos resíduos recolhidos, servirão de combustível para a produção de energia elétrica.

× Fale com a Inovar