Tratamento de resíduos químicos: entenda as diferenças entre FISPQ e FDSR

Assim como ocorre com os demais procedimentos, o tratamento de resíduos químicos depende de uma série de documentos para ser realizado adequadamente. No caso desses materiais, as documentações que mais se destacam são o FISPQ e o FDSR.

Leia também: Entenda a diferença entre caracterização e classificação de resíduos

Por conta das siglas, pode ser que ocorra algum tipo de confusão, mas é preciso saber que os documentos conta com diferenças entre si. No caso do FISPQ (Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico), a sua função está em fornecer informações sobre resíduos químicos de modo geral.

Já o FDSR (Ficha com Dados de Segurança de Resíduos Químicos), por sua vez, é responsável por contar com informações relacionadas aos produtos químicos perigosos.

Tratamento de resíduos químicos: saiba quais informações devem estar contidas nos documentos

No caso do FISPQ há 16 informações que obrigatoriamente devem estar contidas no documentos, sendo elas: identificação do produto e da empresa; identificação dos perigos; composição e informações sobre os ingredientes; medidas de primeiro socorros; medidas de controle para derramamento ou vazamento; informações sobre manuseio e armazenamento; controle de exposição e proteção individual; propriedades físicas e químicas do resíduo; estabilidade e reatividade; informações toxicológicas; dados ecológicos; considerações sobre tratamento e disposição; informações sobre transporte; regulamentações e outras informações que forem consideradas pertinentes.

O FDSR também conta com algumas obrigações, 13 para ser mais exato. Nesse caso, as informações obrigatórias são: identificação do resíduo químico e da empresa; composição básica e identificação de perigos; métodos de primeiros-socorros; medidas de controle para derramamento ou vazamento e de combate a incêndio; dados sobre manuseio e armazenamento; controle de exposição e proteção individual; propriedades físicas e químicas; informações toxicológicas; informações ecológicas; considerações sobre tratamento e disposição; informações sobre transporte; regulamentações e outras informações pertinentes.

Leia também: Saiba quais normas devem ser cumpridas para evitar multas na gestão de resíduos

A Inovar Ambiental

A Inovar Ambiental acredita que o correto gerenciamento de resíduos não deve levar em conta apenas os acidentes decorrentes dos efeitos imediatos. Riscos com efeitos de longo prazo também devem ser igualmente considerados nesse trabalho, assim como uma coleta periódica e a observância do grau de toxicidade de cada tipo de substância.

Localizada na cidade de Santa Luzia em Minas Gerais, a Inovar Ambiental tem a sustentabilidade como seu norte. Destinar um resíduo de forma correta é, acima de tudo, um ato de amor ao meio ambiente, à saúde pública e às próximas gerações. Confira mais sobre a Inovar Ambiental visitando nosso siteFacebook e Instagram.

× Fale com a Inovar