Disposição final de resíduos: saiba o que é proibido na área

disposição final de resíduos

Seguir a legislação ambiental é fundamental para todos os processos dentro do gerenciamento de rejeitos. Dessa forma, saber o que é ou não permitido em cada etapa faz toda a diferença para o meio ambiente, a segurança dos profissionais e, por fim, para o rendimento do próprio processo, como é o caso da disposição final de resíduos.

Leia também: Minas Gerais e Reino Unido fecham parceria para fomentar o desenvolvimento verde

A disposição final é a etapa da gestão de resíduos que tem como objetivo distribuir de forma responsável os rejeitos nos aterros – tudo isso preservando a natureza, a saúde e a segurança. Portanto, torna-se fundamental conhecer todas as regras dentro desse processo, haja vista toda a complexidade em torno da atividade.

Com isso, práticas como a catação, a criação de animais, a utilização dos rejeitos para fins alimentícios, ou até mesmo a criação de casas temporárias, são atividades proibidas em áreas de disposição final de resíduo. 

Disposição final de resíduos e os impactos da legislação

disposição final de resíduos

A proibição de práticas nas áreas de disposição final fez toda a diferença para o meio ambiente, minimizando diversos impactos no setor. Por meio das atividades que foram proibidas, um dos objetivos estabelecidos é acabar com os lixões e fomentar a responsabilidade social.

Leia também: Conheça as diferenças entre os processos de reciclagem

A Inovar Ambiental

A Inovar Ambiental acredita que o correto gerenciamento de resíduos não deve levar em conta apenas os acidentes decorrentes dos efeitos imediatos. Riscos com efeitos de longo prazo também devem ser igualmente considerados nesse trabalho, assim como uma coleta periódica e a observância do grau de toxicidade de cada tipo de substância.

Localizada na cidade de Santa Luzia em Minas Gerais, a Inovar Ambiental tem a sustentabilidade como seu norte. Destinar um resíduo de forma correta é, acima de tudo, um ato de amor ao meio ambiente, à saúde pública e às próximas gerações. Confira mais sobre a Inovar Ambiental visitando nosso  siteFacebook e Instagram.

 

× Fale com a Inovar