Em novembro, durante um evento realizado na sede do Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei) organizado pela COP26, foi anunciado o mapeamento das 200 maiores indústrias de Minas Gerais, no que diz respeito à emissão e captura de carbono da cadeia produtiva. 

O objetivo central é que as empresas de Minas Gerais contribuam para o alcance das metas de mudanças climáticas e preservação do meio ambiente, tendo em vista a recente assinatura que o Brasil fez, no próprio evento da Confederação das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas 2021 (COP26).

O Estado tem passado por diversas transformações, referentes à adoção de práticas sustentáveis. O chefe do executivo destacou: 

“Queremos deixar claro que o produto mineiro será produzido com preocupação ambiental. Em Minas Gerais, o setor produtivo atende à nossa adesão ao Race to Zero (Corrida para o Zero), tanto a indústria quanto a agricultura, o que é uma importante parceria. Temos investido na redução do carbono e Minas tem total condições de contribuir com essa ação mundial.”

Leia também: Quais são as vantagens da reciclagem de resíduos? Confira!

O mapeamento das 200 maiores indústrias do estado e o papel da Inovar Ambiental 

Você sabia que o gerenciamento de resíduos sólidos ajuda a reduzir as emissões de CO2 da atmosfera? Pois é! Isso porque as maiores fontes de emissão do gás são a queima de combustíveis fósseis, o desmatamento e, em seguida, as atividades industriais. 

Esta última é responsável por grande parte dos resíduos que vão parar em aterros sanitários e, os mesmos, emitem 6 milhões de toneladas de gás de efeito estufa ao ano. 

Sendo assim, é de suma importância que as empresas e indústrias realizem um plano de gerenciamento de resíduos, para que contribuam positivamente para o desenvolvimento sustentável do país. 

A Inovar Ambiental possui ampla especialização na coleta, transporte, tratamento e destinação de resíduos industriais, químicos, líquidos, sólidos, eletrônicos e perigosos. Portanto, seja nosso parceiro, vamos juntos contribuir para a segurança e saúde do meio ambiente! 

Leia também: Você sabe o que é uma balança rodoviária? Vem entender!

A Inovar Ambiental

A Inovar Ambiental acredita que o correto gerenciamento de resíduos não deve levar em conta apenas os acidentes decorrentes dos efeitos imediatos. Riscos com efeitos de longo prazo também devem ser igualmente considerados nesse trabalho, assim como uma coleta periódica e a observância do grau de toxicidade de cada tipo de substância.

Localizada na cidade de Santa Luzia em Minas Gerais, a Inovar Ambiental tem a sustentabilidade como seu norte. Destinar um resíduo de forma correta é, acima de tudo, um ato de amor ao meio ambiente, à saúde pública e às próximas gerações. Confira mais sobre a Inovar Ambiental visitando nosso  siteFacebook e Instagram.

A falta de destinação correta de resíduos afeta orçamento brasileiro

A estagnação das políticas públicas no setor dos resíduos sólidos provocou o aumento da quantidade de lixo enviado para locais inadequados em 2017. A volta dos lixões não gera apenas mais impactos ambientais e à saúde da população, mas também faz com que o Brasil desperdice oportunidades econômicas com a cadeia de reciclagem. Dados da… Continuar lendo A falta de destinação correta de resíduos afeta orçamento brasileiro

O Brasil possui quase 3 mil lixões, mesmo após o vencimento da PNRS

De acordo com o relatório da Associação Brasileira de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o Brasil possui quase 3 mil lixões funcionando em 1.600 cidades. Por lei, todos os lixões do país deveriam ter sido fechados até 2014, devido ao prazo dado pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos. O levantamento realizado pela Abrelpe indica… Continuar lendo O Brasil possui quase 3 mil lixões, mesmo após o vencimento da PNRS

Crise econômica diminui geração de lixo pela primeira vez em 13 anos

A geração de lixo no Brasil reduziu 2,04% em 2016 na comparação com 2015, segundo panorama divulgado no dia 31 de agosto pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) e noticiado pela Agência Brasil. Foram gerados 78,3 milhões de toneladas de resíduos sólidos no ano passado. Carlos Silva Filho, presidente… Continuar lendo Crise econômica diminui geração de lixo pela primeira vez em 13 anos

1559 cidades ainda possuem lixão no Brasil

Pela primeira vez em sete anos desde a criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), marco legal para a adequada gestão do lixo no Brasil, houve retrocesso em toda a cadeia, aponta estudo divulgado na terça-feira passada pela Associação Brasileiras das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) e divulgado pela Exame.com. O… Continuar lendo 1559 cidades ainda possuem lixão no Brasil

Brasil gera lixo como primeiro mundo, mas o tratamento ainda é de nação subdesenvolvida

No momento em que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal 12.305/2010) está prestes a completar sete anos de vigência, a Abrelpe (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) finalizou uma análise inédita e comparativa sobre a situação dos resíduos sólidos urbanos no Brasil e no mundo, e conclui que o… Continuar lendo Brasil gera lixo como primeiro mundo, mas o tratamento ainda é de nação subdesenvolvida

Destinação adequada de RSU no Brasil custaria 15 bilhões ao ano

Estudo inédito apresentado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) mostra que, além do aporte, custos de operação e manutenção para a destinação correta de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) chegam a R$ 15,59 bilhões ao ano, considerando as metas previstas na Política e no Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Das… Continuar lendo Destinação adequada de RSU no Brasil custaria 15 bilhões ao ano

Brasil tem quase três mil lixões ou aterros irregulares, diz levantamento

O Brasil ainda despeja 30 milhões de toneladas de lixo por ano, de forma inadequada, expondo os cidadãos ao risco de doenças. E isso apesar da lei que determinou o fim dos lixões. Esse levantamento foi exibido no Jornal Nacional, na edição de ontem, dia 08. Corta, descasca, abre a embalagem, joga fora os restos,… Continuar lendo Brasil tem quase três mil lixões ou aterros irregulares, diz levantamento

Setor de resíduos é um grande aliado na redução do efeito estufa

Apenas 48% das casas brasileiras têm esgoto sanitário, segundo o Ministério das Cidades, e cerca de 30% dos municípios do país não têm nenhuma iniciativa de coleta seletiva, de acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Os números deixam claro que a população do Brasil ainda sofre… Continuar lendo Setor de resíduos é um grande aliado na redução do efeito estufa

Produção de resíduos cresce e Brasil já é o 4º maior gerador do mundo

A quantidade de resíduos sólidos urbanos gerada no país em 2015 totalizou 79,9 milhões de toneladas, 1,7% a mais do que no ano anterior. No período, foi registrado também aumento de 0,8% na produção per capita de resíduos sólidos: de 1,06 quilo (kg) ao dia em 2014, para 1,07 kg ao dia em 2105. Os… Continuar lendo Produção de resíduos cresce e Brasil já é o 4º maior gerador do mundo

× Fale com a Inovar